Mariana Marote

Creatura de terra, specimen III

Creatura of earth, specimen III

Creatura de água, specimen II

Creatura of water, specimen II

Creatura de fogo, specimen IV

Creatura of fire, specimen IV

Creatura de ar, specimen I

Creatura of air specimen I

Creaturae [criaturas | creatures]

Creaturae de terra | Creaturae of earth

Creaturae de água | Creaturae of water

Creaturae de fogo | Creaturae of fire

Creaturae de ar | Creatuare of air

 

2014

Ampliação fotográfica; positivação; viragem a cobre; gelatina e prata, papel baritado.

Darkroom enlarging; reverse printing; copper toning; silver gelatin on baryta paper.

prova única | unique

42,5 x 42,5 cm (cada) | 42,5 x 42,5 cm (each)

 

série de 16 trabalhos | series of 16 works

Mostras /exhibitions

Memória descritiva

À semelhança de Creaturae de luz, esta série propõe a criação de novos seres com base na transformação da matéria vegetal, bem como nas possibilidades de registo através da óptica e do organismo fotoquímico.

 

Partes isoladas de plantas diversas são usadas como referentes para se constituir outras conjunções. Sendo primeiramente sujeitas a processos de putrefação e separação, esses fragmentos são então reorganizados em composições de formas, texturas e opacidades. Na desconstrução e reconstrução, de organismos em partes e das partes em outros organismos, assume-se como critério o interesse estrutural do material vegetal e a sua leitura formal.

 

Submetidas a ampliações de cerca de seis a sete vezes, estas matrizes efémeras constituem o estado embrionário das creaturae. O seu nascimento ocorre pela ação da luz que atravessa os elementos vegetais, modificados e reinterpretados, e que os sensibiliza no papel de gelatina e sais de prata.

 

Com o monocromatismo e a bidimensionalidade das imagens, onde as profundidades são colocadas num mesmo plano, pretende-se atingir clareza e objectividade na apresentação das creaturae.

 

Creaturae que dependem da luz para serem descobertas.

 

No nascimento destas creaturae, aos organismos vegetal e fotoquímico é ainda associada a transmutação alquímica e a sua simbologia. As quatro fases de transmutação são expressas através de quatro tonalidades - negro, branco, amarelo, vermelho - obtidas nas imagens por técnicas de impressão e processos químicos, bem como a alusão aos quatro elementos da natureza - terra, água, fogo, ar.

© Mariana Marote. 2018.

Created by Mariana Marote